Mocidade Independente de Aparecida resgata enredo sobre Maués

Mocidade Independente de Aparecida resgata enredo sobre Maués

 Manaus – “Sinto um aroma no ar, o cheiro bom da minha terra…”. Quem reconhece esses versos deve lembrar do desfile histórico que a Mocidade Independente da Aparecida fez em 1988. Neste ano, três décadas depois, a tradicional escola traz uma releitura do tema que premiou a Aparecida e foi sucesso, quando ainda nem existia Sambódromo e as escolas desfilavam na av. Djalma Batista.

O samba-enredo “Os Maués: origem divina, destino humano” ganha uma reedição e promete trazer a nostalgia de 30 anos atrás para a avenida. Segundo o carnavalesco Fabiano Fayal, o desfile vai ser impactante. “O tema resgata um dos maiores carnavais da Aparecida e o desfile vai ser inovador”, afirma. “Teremos muitas novidades e muitas surpresas. Se for para gente fazer o comum, a gente prefere nem fazer”.

Fabiano Fayal – Carnavalesco. Foto: Márcio Melo

Sem revelar muita coisa, Fayal adianta que a Aparecida levará cerca de 3.800 componentes para a avenida, divididos em 23 alas, 5 carros alegóricos e 2 tripés. “A ideia é resgatar o orgulho de ser Aparecida e a alma de guerreiro que nós temos”, explica o carnavalesco.

Os ensaios seguem a todo vapor – o último, por exemplo, contou com cerca de 5 mil pessoas, envolvendo moradores do bairro da Glória, São Raimundo e Aparecida. “A ideia é mexer com o torcedor da Aparecida, que conhece esse samba antológico da nossa escola e reconhece o valor histórico desse ano”, explica o presidente Saulo Borges.

Em 37 anos de vida, a Mocidade Independente da Aparecida é detentora de 22 títulos. Com orgulho, Saulo afirma que a escola continua grandiosa sem ser soberba. “A nossa escola consegue manter o vanguardismo e manter a criatividade com o passar do tempo e esse ano não vai ser diferente”, diz.

Saulo Borges – Presidente. Foto: Márcio Melo

A mesma paixão é o que estimula a rainha da bateria Leidy Keron, que acompanha o samba desde os 8 anos de idade. Estreando como rainha neste ano, ela reconhece a responsabilidade de começar com um tema bem importante. “É uma alegria imensa e inexplicável para mim, faço parte da Aparecida há 4 anos e tenho certeza que vamos fazer um desfile incrível”.

O preparo para a avenida começou em julho do ano passado. Leidy treina todos os dias e está confiante no desfile. Com 68kg distribuídos em 1.73m de altura, ela afirma que os esforços têm valido a pena. “Tenho me exercitado todos os dias, me alimentado de 3 em 3 horas, mas o nervosismo faz parte, né?”, brinca a rainha da bateria.

Os ensaios da Aparecida acontecem todas as quartas e sextas-feiras, a partir das 20h, na quadra da escola, localizada na av. Ramos Ferreira, bairro Aparecida, zona Sul. Esta deve ser a terceira escola na ordem de apresentação do Grupo Especial do Carnaval 2018, entrando na avenida às 22h40.

Leidy Keron – Rainha de Bateria. Foto: Márcio Melo

Texto: Roger Lima / Fotos: Márcio Melo / Edição: Wallace Abreu

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *