Grêmio Recreativo Vitória-Régia fará homenagem à OAB-AM

Grêmio Recreativo Vitória-Régia fará homenagem à OAB-AM

Manaus – A paixão pelo samba e a dedicação serão as marcas do Grêmio Recreativo Escola de Samba Vitória Régia no Carnaval deste ano. Com o tema “Advocacia: dos primórdios à OAB – nosso direito de sambar em verde-e-rosa”, a agremiação promete um desfile inesquecível.

O preparo da escola não é de hoje. Segundo o carnavalesco Junior Thompson, o tema já era estudado desde março do ano passado. “Foi uma sugestão do próprio Marcelo Choy, que indicou essa homenagem e que, ao longo dos meses, foi desenvolvida pelos nossos carnavalescos”, conta, referindo-se ao presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Unidade Amazonas (OAB-AM).

Na avenida, a Vitória Régia deve abordar a trajetória do Direito, do seu surgimento até os dias atuais. “Vamos contar desde o surgimento da advocacia na Grécia Antiga, que depois chega no Brasil com Dom Pedro I e, enfim, a classe dos advogados no Amazonas”, explica Thompson. Ao todo, serão cerca de 3.500 componentes, distribuídos em 21 alas e muitas surpresas na avenida.

Didi Redman – Presidente. Foto: Márcio Melo

Até as unhas pintadas de verde e rosa denunciam a paixão de Didi Redman pelo samba e pela Vitória Régia. Na sala da presidência, a imagem de São Jorge conta um pouco da fé do sambista. “O carnaval é uma religião para mim. É toda a minha vida, o meu ego e a minha alegria”, explica ele.

Didi diz ser nascido e criado na Vitória-Régia e relembra os tempos de folia quando era puxador de carro alegórico. “Na época, eram carros de madeira que nós tínhamos que empurrar na av. Eduardo Ribeiro, no Centro”, conta. Quase 42 anos depois, a Vitória-Régia continua sendo sua morada. “A minha paixão pela escola vem desde então, o carnaval preenche essa felicidade em mim”.

Débora Cristina – Rainha de Bateria. Foto: Márcio Melo

A mesma paixão pode ser vista na rainha da bateria Débora Cristina. Com apenas 14 anos, ela conta que já tem o samba no sangue. “É de família, comecei a me envolver com o ritmo nos meus 7 anos, através da minha avó e da minha mãe”, conta ela.

É a primeira vez que Débora vai desfilar como rainha da bateria da Vitória-Régia e o preparo está intenso. São 53 kg distribuídos em 1,63 m de altura e muito samba no pé. “Estou me preparando desde novembro, que foi quando o resultado do concurso saiu e desde então a rotina é intensa”, conta. “Tudo para fazer um show na avenida”.

Para quem quiser conferir os ensaios da Vitória-Régia, basta comparecer na quadra da escola de segunda a sexta-feira a partir das 20h. A escola fica localizada na rua Jonathas Pedrosa, Centro. Também ocorrem ensaios nos fins de semana, conforme agenda da escola. Esta deve ser a sexta escola a entrar na avenida, iniciando o desfile a partir das 2h40 da manhã.

Texto: Roger Lima / Fotos: Márcio Melo / Edição: Wallace Abreu

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *